RURÓPOLIS PARA TODOS: quem sabe um dia!

42881634

O Município de Rurópolis, conforme dados do IBGE 2010, tem aproximadamente 40 mil habitantes. Uma cidade que não deveria apresentar grandes problemas. Ocorre que, por razões não compreensíveis por este arrastado rabisqueiro, a cidade rural nunca deslanchou. E por qual razão isto não ocorre?!

Talvez o grande entrave do desenvolvimento de Rurópolis nem seja seus políticos – alguém já deve tá dizendo “como não?!”. Acredito que o nosso maior problema seja essa cultura, e já enraizada, da administração boa para mim. Não vejo uma preocupação com o coletivo, estando bom para os meus, não me importo muito com os outros.

A política bem delineada, com princípios éticos e morais, podem melhorar, substancialmente, este município. Estes políticos que aí estão, foram eleitos democraticamente. O povo errou em elegê-los? provavelmente; mas o povo tinha opções? talvez não. Há que existir a tabelinha perfeita: povo compromissado com os interesses coletivos; bem como políticos igualmente norteados por esse anseio de ver a cidade, como um todo, melhor.

Por isso, concluo este minúsculo rabisco com a seguinte reflexão: que cidade almejamos? por qual razão não começamos uma mudança já em 2016? Que tal desenraizarmos essa cultura do “tapinha nas costas”, e ajudarmos Rurópolis, nossa Rurópolis, a ser uma cidade modelo? Não devemos viver a vida toda respirando poeira, dependendo de carro pipa para ter água, entre outros problemas solucionáveis do município.

Rabisqueiro: Mábio

Imagem: google.com.br

 

Comentário