RURÓPOLIS: concurso público ainda sem cronograma

A Prefeitura Municipal de Rurópolis tem, conforme decisão judicial proferida em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público, até maio de 2019 para realizar todas as fases do concurso público municipal.

O último concurso público de Rurópolis ocorreu no ano de 2005, na administração do ex-prefeito Aparecido Florentino. Em razão desse amplo lapso temporal (mais de 10 anos sem concurso), a expectativa é muita grande em torno do certame.

Fala-se nos bastidores que o edital deve sair ainda no mês de novembro, no entanto, estamos na metade do mês e não se tem nenhuma informação oficial quanto a escolha da banca e o cronograma do concurso público.

AMPLITUDE DO CONCURSO

O concurso público de Rurópolis deve abranger todas as secretarias municipais, sendo que provavelmente a pasta da saúde e educação serão as que mais vão ter vagas disponíveis.

Por redação NoBarzinho

Um comentário sobre “RURÓPOLIS: concurso público ainda sem cronograma

  1. Avatar

    Amigos,

    Concurso público é sempre muito bem vindo, importe!!

    Todavia, é sempre bom salientar que perguntar não ofende, certo?? Vamos lá…
    Qual é o total de funcionários existe hoje na máquina publica do município??? Quantos são efetivo?? Quantos são temporários??

    Outra coisa! Quais saõ os setores estão de fato necessitando de novo servidores?? Os efetivo que já tem não poderiam ser realocados?? Se realmente não existir possibilidade de realocação e o concurso for a única via para subir essa demanda, quais garantias a população receberá de que receberão serviços de melhor qualidade??

    Considerando que após analisar os aspectos levando acima e mesmo assim haver necessidade de se contratar mediante concurso… Quantos? Quais profissionais? Quais secretarias? Qual impacto na folha de pagamento?? Quanto de previdência??

    O pleito está de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal?? Num momento de crise e de receitas frustadas com baixa arrecadação não seria mais prudente aguardar um pouco???

    Dentre as demandas da população, não estaria a frente serviços como àgua tratada, coleta de esgoto, pavimentação de ruas, aterro sanitario, coleta seletiva de lixo, escolas de tempo integral, laboratórios de química, física, biologia, robótica para escolas municipais e um programa de bolsas para mestrado e doutorado de nossos professores??

    Amigos, quais garantias teremos de que se vão substituir os funcionários temporários por concursados?? Não será um peso a mais, ou seja, contratar os aprovados e deixar os temporários?? O Município suporta isso?? E as outras áreas como fica??

    Vamos propor!!!

    Podemos entregar um pouco mais, não acham???

Comentário