PARÁ: madeireiros armados invadem território indígena localizado entre as cidades de Uruará e Medicilândia

Foto reprodução – Agência Pará

Um grupo de madeireiros armados invadiu um território indígena localizado entre as cidades de Uruará e Medicilândia nesta quinta-feira (3). A situação na terra Arara é tensa e há eminente risco de conflito entre invasores e indígenas.

A diretora de proteção territorial da Funai (Fundação Nacional do Índio), Azelene Inacio, confirmou a invasão à imprensa nacional. “Estamos acompanhando a situação. Uma equipe de servidores locais da Funai já foi deslocada para a área”, disse à reportagem da Agência Estado.

Nos últimos anos Uruará e Medicilândia sofrem com a pilhagem brutal de madeira. As cidades paraenses são vizinhas de Altamira e também sofrem os efeitos do processo de construção da hidrelétrica de Belo Monte. Na região há grande volume de madeiras nobres e as terras indígenas são os principais alvos dos invasores por serem aquelas com as florestas mais preservadas.

Em março de 2017, uma operação conjunta da Funai, Ibama e Polícia Federal foi realizada na região, por causa de tentativas de loteamento de uma área próxima à Transamazônica. O loteamento foi abandonado. A terra indígena Arara teve seus limites homologados por meio um decreto publicado em dezembro de 1991, pelo então presidente Fernando Collor. Sua área total é de 274 mil hectares.

Com informações Agência Pará

Comentário