O que podemos esperar para 2016?

2016Vejo certa ansiedade nos cidadãos de Rurópolis (PA) para a chegada de 2016. E o que podemos esperar do mencionado ano? Se o povo não for ludibriado até outubro de 2016, podemos aguardar coisas novas para a cidade rural. Pois nesses próximos dois anos, ilusionismo, maquiagem e qualquer coisa que contribuam para distorcer a visão do povo serão usados.

Um dia a população deste município poderá acordar toda orgulhosa e dizer: o gigante acordou. Por isso, hoje, não quero falar dos políticos, ressalvados alguns poucos, a maioria deveria estar na cadeia – é a minha opinião.  Mas, conforme dispõe a Constituição Federal ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença.

Retomando o raciocínio das linhas inicias o que esperar para 2016. Bom … Anseia-se por uma população determinada a transformações políticas – chega dos dinossauros. Sem alvoroço, o povo mostrou nas urnas em 2014 que ainda podemos sonhar com dias melhores, quase 70% dos eleitores de Rurópolis votaram contrários aos candidatos da situação. O voto é a maior manifestação que um povo pode fazer. Políticos zombam dos eleitores, porque acreditam na eficácia dessa politicagem sem vergonha.

Rurópolis é uma cidade bonita, com pessoas capazes. Por falta de oportunidades, os ruropolenses são destaques em outras cidades, mas poderiam ser proeminentes aqui.  Aguarda-se que, finalmente, em 2016 tenhamos candidatos a vereador e a prefeito desconectado deste mundo político e conectado com o ambiente social. Alguém mais altruísta, compromissado, de fato, com os interesses do povo.

Demagogicamente os políticos adoram colocar em suas campanhas slogan com a palavra “povo” no meio da frase. Por exemplo, “governo do povo”, “caminhando com o povo”, “unidos com o povo”, “trabalhando para o povo” etc. Porém, em 2016 devemos esperar alguém sem vínculos políticos, sem os vícios desse mundo, alguém que realmente represente o povo, sem precisar utilizar-se demagogicamente destas frases. Já está bom de vivermos nesse mundo da demagogia.

Por fim, este rabisqueiro espera um povo imune aos ilusionistas e maquiadores em 2016. Blindar o povo contra essas manobras políticas é quase impossível, no entanto, vamos confiar nos cidadãos desta cidade em 2016 – que seja feita a vontade deste povo.

Texto: MF

imagem: google.com.br

Comentário