Ministro do STF diz que espera ser mentira o uso das forças armadas no protesto de hoje

Em clara desaprovação ao ato do “Presidente” da República Michel Temer que baixou decreto convocando o Exército Brasileiro para conter as manifestações, o Ministro do STF Marco Aurélio disparou a seguinte frase: “Espero que seja mentira”. 

 

Michel Temer convocou as Forças Armadas por uma semana, praticamente decretando estado de sítio na capital federal. Essa medida vem sendo questionada por algumas entidades, entre elas, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O governo do “presidente” Temer entrou negativamente na história brasileira, pois um golpe parlamentar foi o grande responsável por sua entrada na presidência da república; e agora, novamente o peemedebista entra na história por ser um único “presidente” do Brasil a ser investigado por corrupção, organização criminosa e obstrução da justiça.

A exposição desses crimes – que estão sob investigação – ampliou ainda mais a desaprovação do governo de Temer, o que fez os movimentos sociais, juntamente com a Força Sindical e Central Única dos Trabalhadores (CUT), levar 35 mil manifestantes para o movimento marcado para hoje (24) chamado #OCUPABRASÍLIA.

Sob o argumento de garantir a ordem pública, o “presidente” assinou decreto que colocou o Exército nos entornos dos Ministérios, do Planto e demais órgão públicos circunvizinhos.  Ao saber disso, o Ministro do STF, Marco Aurélio disse: “Espero que seja mentira”.

Por NoBarzinho com informações de Brasil 247

Comentário