Afastem-se, choque nela, AGORA!

midia-indoor-educacao-brasil-escola-livro-biblioteca-ler-leitura-educar-estudar-estudante-escrever-conhecimento-aula-ensino-instrucao-educacional-aprender-universidade-faculdade-1343913583014_956x500

A educação precisa ter um tratamento de choque. Não temos mais tempo para “enrolation”. Os governos e a própria sociedade precisam parar de maquiar o óbvio: nosso Sistema Educacional tem sérios problemas. O Governo facilita a vida dos alunos para gerar dados estatísticos positivos e, a coletividade curti e compartilha. Afinal, qual pai e mãe não gostariam de ver um boletim recheado de 80 e 100?

O fato inquestionável é que temos uma geração cada vez mais desinformada e, por uma maquiagem maquiavélica, os números mostram o oposto disso. Infelizmente, para o azar do Governo, o facebook tirou esse pó de maquiagem, mostrando a verdadeira cara da Educação brasileira. Inegável que, como foi dito em outro texto, toda a generalização é burra. Alguns estudantes de fato merecem boas notas, não precisando de manobras estatísticas para favorecê-los.

Ainda no pensamento das linhas ao norte, o facebook escancarou a fragilidade da nossa Educação e este rabisqueiro não está se referindo apenas e, tão somente aos erros da língua portuguesa, isto é até compreensível em certos casos – nossa língua é vasta e cheia de regras. Refiro-me aos problemas de interpretações textuais, do analfabetismo funcional e distorções de conceitos. Por exemplo, os usuários do facebook de Rurópolis (PA) estão desvirtuando o significado de liberdade de expressão.

Nesse diapasão, quando vemos boa parte da sociedade ruropolense acreditando piamente que à luz da liberdade de expressão é permitido tudo, inclusive atingir a honra das pessoas, isto não demonstra nossa fragilidade educacional; isto escancara dolorosamente o quanto é preciso ter um tratamento de choque nessa matéria.

Evidente que é compreensível à atitude da sociedade do supracitado município, é muita “sofrência” ver a cidade nessa situação e ainda assim, ter que separar a Administração Pública, da pessoa que a representa; mas isso é preciso, comprova nossa maturidade educacional. Ademais, ataques pessoais são desnecessários para a construção de uma cidade melhor.

Portanto, é pujante tirar essa perversa maquiagem da Educação e, encará-la de forma séria. Professores precisam ganhar melhor, estruturas físicas necessitam de reformas, estímulo à leitura deveria ser prioridade. Enquanto estudos feito nos Estados Unidos da América discutem a capacidade de uma criança de 3 anos em escrever um livro, o Governo Federal lança um programa, onde até os 8 anos de idade, toda criança brasileira já consiga ler e escrever. Depois, quem sabe o Governo Federal lance o Programa “Até os 25 anos de idade todo brasileiro deixe de ser analfabeto funcional”. Desta feita, só vejo uma solução para nosso Sistema Educacional: desfibrilador, voltagem máxima, afastem-se, choque nela, AGORA!

 

Texto:MF

Imagem: google.com.br

Um comentário sobre “Afastem-se, choque nela, AGORA!

  1. Eh cara. Mas pra ressuscitar nossa Educação temos que matar muita gente que se julga autoridade e finge que nos representa. Ou então, deixar morrer de vez e esperar que ela renasça como uma fênix, mais poderosa

Comentário